Assim em jeito de balanço anual.

By Sofia B. - dezembro 16, 2013

Há uns dias que ando nisto, nesta coisa de pensar sobre o ano que está quase a acabar. E digo-vos... que merda de ano!!

Vamos então ao balanço.

De boa verdade que se iniciou com duas situações pendentes e que nem para a frente nem para trás, situações essas que são uma parte muito grande da minha vida, trabalho e relacionamento amoroso. No trabalho havia uma ida para o estrangeiro para continuação de projecto já iniciado em 2012, contudo não havia data certa de regresso e a espera foi longa o que me condicionou em termos económicos principalmente e atrasou muitos outros aspectos. No relacionamento, havia um desgaste enorme e toda uma crença pode-ser-que-desta-dê, prolongou-se por demasiado tempo e sei que me magoei assim como magoei a outra pessoa e até terceiros.

Nos últimos meses tenho vivido uma situação que também é nova para mim, a possibilidade eminente de perder de vez alguém que tanto gosto.

O que tenho de retirar desta última situação é que essa eminência acontece todos os dias, a qualquer um que goste, agora ter de lidar com a perda definitiva e entender que a vida tem ciclos e saber lidar com eles da melhor forma possível isso já é completamente diferente. 
Não consigo viver aquela máxima "Carpe Diem" na plenitude mas hoje sei que já a vivo de outra forma, há já um ligar muito mais ao que é realmente importante.

Esta minha versão Carpe Diem faz com que as outras duas situações tenham o valor que têm de ter, nem mais nem menos. Uma implica a minha sobrevivência financeira e possibilidade de ter materialmente o mínimo, sim porque se já era minimalista agora muito mais. A outra envolve sentimentos, que ainda estão a ser assimilados, coisas que aparecem como respostas e que na altura não entendia, mas no geral sei que fiz o melhor para mim e também para a outra pessoa.

Deste ano todo o "sumo" retirado em conquistas em metas é pouco, mas em aprendizagens dá para litros e litros de limonada!

Por isso, e porque mesmo assim acredito no Pai Natal, obrigada por toda esta limonada, é azeda mas tenho deitado o pouco açúcar que tinha, a que sobra estou a processar tipo em tubo concentrado de limonada (patente a registar!!) para futuras necessidades. 

Agora se me permites Pai Natal, gostava de deixar o meu pedido, que 2014 me traga sumo de maracujá, só para irmos variando sim?! Que é assim como quem diz, um trabalho, porque o resto faço eu.




  • Share:

You Might Also Like

2 comentários

Deixa a tua marca