Rosácea

By Sofia B. - março 20, 2015

Ter rosácea é ter ataques de comichão e saber que não podemos coçar a cara, é desesperar com pele a repuxar de tão seca que fica, é saber que vou ficar com rosto vermelho quer faça sol quer faça frio, é à mínima alteração ter reacções mais fortes e aparecerem do nada pústulas ou gretas, é quase que não conseguir dar beijos porque a cara para além de irritada também dói que se farta e dormir tem de ser de barriga para cima que é impossível pensar em qualquer fricção na almofada, é ter medo do que como porque pode piorar, é nem ousar pensar em sair porque ambientes fechados fumo e álcool é assinar uma sentença de morte, é ter de lidar com os olhares de quem não sabe nem faz ideia e estranha o aspecto de rosto, é ter de levar na brincadeira quando me dizem que estou vermelha quando o que apetece é mesmo mandar dar uma curva.
É tudo isto e muito mais que me lixa o juízo mas noutro dia falo um pouco mais a sério sobre isto da rosácea, hoje foi mesmo e só para desabafar e distrair, enquanto escrevo não me esgravato nem faço passar quem está por perto.


p.s.: bigada por estares perto*

  • Share:

You Might Also Like

1 comentários

  1. "É ter de lidar com os olhares de quem não sabe nem faz ideia e estranha o aspecto de rosto, é ter de levar na brincadeira quando me dizem que estou vermelha quando o que apetece é mesmo mandar dar uma curva..." idem :c

    ResponderEliminar

Deixa a tua marca